terça, 10 dezembro 2019
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA
  • Imagem da Galeria da Notícia: PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA

 

Na noite da última quinta-feira, dia 21 de novembro, aconteceu mais uma edição do Programa de Residência Pedagógica da Fundação Educacional de Fernandópolis/FEF.

Participaram do evento os cursos de Ciências Biológicas, História, Letras, Matemática e Pedagogia da FEF e as escolas E.E. Carlos Barozzi, E.E. Dr. Euphly Jalles, E.E. Saturnino Leon Arroyo, E.E. Armelindo Ferrari, E.E. Silvio Mioto, EMEF Dr. Alberto Senra, EMEF Francisco Alves de Oliveira e EMEF José Gaspar Ruas. 

O Programa de Residência Pedagógica é uma atividade de formação realizada por um discente regularmente matriculado em curso de licenciatura e desenvolvida numa escola pública de educação básica, denominada escola-campo.

A Residência Pedagógica tem o total de 440 horas de atividades distribuídas da seguinte forma: 60 horas destinadas à ambientação na escola; 320 horas de imersão, sendo 100 de regência, que incluirá o planejamento e execução de pelo menos uma intervenção pedagógica; e 60 horas destinadas à elaboração de relatório final, avaliação e socialização de atividades. Na escola-campo, o residente é acompanhado por um professor da educação básica, denominado preceptor. A orientação do residente será realizada por um docente da IES, denominado docente orientador. A coordenação do Projeto Institucional de Residência Pedagógica é realizada por um docente da IES, denominado Coordenador Institucional.

O Programa de Residência Pedagógica visa aperfeiçoar a formação dos discentes de cursos de licenciatura, por meio do desenvolvimento de projetos que fortaleçam o campo da prática e conduzam o licenciando a exercitar de forma ativa a relação entre teoria e prática profissional docente, utilizando coleta de dados e diagnóstico sobre o ensino e a aprendizagem escolar, entre outras didáticas e metodologias; induzir a reformulação do estágio supervisionado nos cursos de licenciatura, tendo por base a experiência da residência pedagógica; fortalecer, ampliar e consolidar a relação entre a IES e a escola, promovendo sinergia entre a entidade que forma e a que recebe o egresso da licenciatura e estimulando o protagonismo das redes de ensino na formação de professores e promover a adequação dos currículos e propostas pedagógicas dos cursos de formação inicial de professores da educação básica às orientações da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Mais Notícias

Faça seu comentário

Seu e-mail não será exibido!



Ir para o topo